Este é um blog de opinião. As postagens escritas ou selecionadas refletem exclusivamente a minha opinião, não sofrendo influência ou pressão de pessoas ou empresas onde trabalho ou venha a trabalhar.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Paralelas (Belchior)

Dentro do carro
Sobre o trevo
A cem por hora, ó meu amor
Só tens agora os carinhos do motor
E no escritório em que eu trabalhoe fico rico,
quanto mais eu multiplico
Diminui o meu amor
Em cada luz de mercúriovejo a luz do teu olhar
Passas praças, viadutos
Nem te lembras de voltar, de voltar, de voltar
No Corcovado, quem abre os braços sou eu
Copacabana, esta semana, o mar sou eu
Como é perversa a juventude do meu coração
Que só entende o que é cruel, o que é paixão
E as paralelas dos pneus n'água das ruas
São duas estradas nuas
Em que foges do que é teu
No apartamento, oitavo andar
Abro a vidraça e grito, grito quando o carro passa
Teu infinito sou eu, sou eu, sou eu, sou eu

Um comentário:

nauasakiri disse...

COMO VAI MEU AMIGO,VEJO AGORA QUE EU QUE TÔ DEVAGAR COM AS NOTÍCIAS,MAS É QUE AGORA PRA FAZER SUCESSO VC SABE TODO MUNDO TEM REBOLAR,POR ISSO QUE EU NÃO ENTRO NESSA DE BATER PALMAS E REBOLAR A BUNDINHA,TÔ TRABALHANDO MINEIRAMENTE,MAS PRECISO DE UM GRANDE FAVOR PERGUNTA PRO ELSOM VOZ DO NORTE COMO É QUE EU FAÇO PRA ELE INSERIR O MEU BLOG NO SITE DO JORNAL,E ANTES DE TUDO UM GRANDE ABRAÇO ,MANDA VER ,POR QUE SE FARINHA FOSSE AMERICANA,MANDIOCA IMPORTADA BANQUETE DO OBAMA ERA FARINHADA...