Este é um blog de opinião. As postagens escritas ou selecionadas refletem exclusivamente a minha opinião, não sofrendo influência ou pressão de pessoas ou empresas onde trabalho ou venha a trabalhar.

terça-feira, 23 de junho de 2009

Hoje: 23/06

1530 - Imperador Carlos V convoca seguidores de Lutero para reunião em Augsburgo
1848 - Diversas pessoas tem visões de Nossa Senhora em Lourdes (França)
1902 - Itália, Alemanha e Áustria-Hungria renovam a tríplice aliança por mais 12 anos
1936 - Nascimento de Richard Bach (escritor americano)
1940 - Nascimento de Sérgio Reis (cantor brasileiro)
1956 - Gamal Abdel Nasser é eleito presidente do Egito
1977 - Karol Wojtyla recebe o título Honoris Causa na Universidade Guttemberg
1998 - Morte do cantor Leandro (dupla sertaneja Leandro e Leonardo)
Fonte: www.ponteiro.com.br

Quem é Richard Bach:

Richard Bach nasceu em Oak Park, Illinois/USA em 23 de junho de 1936. É o autor do livro “Fernão Capelo Gaivota”, publicado em 1970 (que li matando aula de química em 1989 na Escola Professor Flodoardo Cabral).

Pode-se dizer que a literatura surgiu-lhe como um passatempo e uma forma de retratar a profissão (foi piloto da Força Aérea).

Bastante popular entre os leitores do mundo todo, quase todos os seus trabalhos tem o vôo como tema principal (bem apropriado para um piloto).

Seu trabalho continua popular entre os leitores e embora tenha outros livros publicados, Fernão Capelo Gaivota é a sua obra-prima.

Nele, uma gaivota, tem um estranho fascínio (verdadeira obsessão) em inventar acrobacias. Com isso escandaliza seu grupo de gaivotas. Fernão (o nome da gaivota), decide que voar não deve ser apenas um ato de voar, mas uma oportunidade de transformar.
O romance é uma história sobre liberdade, aprendizagem e amor.

Trecho de "Fernão Capelo Gaivota"

"... Fazes alguma ideia de quantas vidas teremos de viver antes de compreendermos que há coisas mais importantes do que comer, lutar, ou disputar o poder no Bando?
Mil vidas, Fernão, dez mil vidas!
E, depois, mais cem vidas até começarmos a aprender que a perfeição existe, e outras cem para constatar que o nosso objectivo na vida é conseguir a perfeição e pô-la em prática.
As mesmas regras se aplicam, agora a nós: escolhemos o nosso mundo através do que aprendemos neste.
Se não aprendermos nada, então o próximo mundo será igual a este.

Com as mesmas limitações e obstáculos a vencer..."

Um comentário:

neivabiblioteca disse...

HOJE, A 22 ANOS ATRAS, MORRE COM 42 ANOS DE IDADE, RAIMUNDO NONATO DE ALMEIDA.UM GRANDE HOMEM, UM PAI INESQUECÍVEL...