Este é um blog de opinião. As postagens escritas ou selecionadas refletem exclusivamente a minha opinião, não sofrendo influência ou pressão de pessoas ou empresas onde trabalho ou venha a trabalhar.

sexta-feira, 16 de abril de 2010

A "Voz da Potyguara"


Essa postagem é dedicada especialmente a todos os exilados portuwaltenses pelo mundo afora.

É uma pequena e singela homenagem a um homem que há 40 anos, voluntariamente, tem se dedicado a missão de acordar os moradores da localidade com uma mensagem de paz.

Há mais de 40 anos, diariamente, a Rádio Potyguara, no alto da torre, anuncia aos moradores os avisos de Deus e dos homens.
 
Mensagens como esta (vídeo abaixo) captada por mim exatamente com a intenção homenageá-lo, justamente na semana que perdeu sua mãe - Dona Mariinha, portuwaltense como eu e que a essas horas lá pelo céu, já deve ter encontrado minha avó para colocar as conversas de comadres em dia.

O relógio marcava 6:00hs em Porto Walter. 

 Era 04.04.2010, Domingo de Páscoa. 

 Com uma voz incomum e inconfundível, com uma dicção perfeita, o Professor Sebastião anuncia aos portuwaltenses a Ressureição de Cristo numa das mais belas orações católicas, o Rainha do Céu (Regina Coeli). 

“Rainha do céu, alegrai-vos, aleluia!/Porque quem merecestes trazer em vosso puríssimo seio, aleluia!/Ressuscitou como disse, aleluia!/Rogai a Deus por nós, aleluia!/Exultai e alegrai-vos, ó Virgem Maria, aleluia./Porque o Senhor ressuscitou verdadeiramente, aleluia.

Oremos. Ó Deus, que vos dignastes alegrar o mundo com a ressurreição de vosso Filho Jesus Cristo, Senhor nosso, concedei-nos, Vo-lo suplicamos, que por sua Mãe, a Virgem Maria, alcancemos os prazeres da vida eterna. Pelo mesmo Cristo, Nosso Senhor. Amém".

2 comentários:

Isaac Melo disse...

Caro Franciney,
de fato, é uma voz magnífica a do prof. Sebastião, pelo que pude ouvi do vídeo.
Gostei da paróquia de vocês, espero um dia conhecê-la, pois infizmente ainda não estive no Vale do Juruá.
É uma maravilha poder acordar ouvindo Rigina Coeli, um costume que está diminuindo em muitas de nossas comunidades.

Um fraterno abraço!

Luíz Almeida disse...

Meu estimado primo e irmão Fram, não tenho palavras pra dizer o quanto esse cidadão marcou nossas vidas, disciplinador, austero, e que na nossa época de 3ª série em diante até nos causava um certo tremor ao ouvir o tilintar das chaves, só que tem um detalhe importante: Acredito que quase todos alunos daquela época foram de fato "aproveitados" na sociedade e que hoje de alguma forma contribui para seu crescimento.
Porém, acho q não lhe é dado o devido valor. Um homem que não busca glórias próprias e sempre lutou e vive em pról de sua cidade, nossa cidade.
20 anos se passaram desde nosso último contato, no entanto dia 24/04/2010, sábado, resolvi quebrar o silêncio e o surpreendi com uma ligação telefônica, tbm em condolências pela perda de sua querida mãe, acho que foi uma surpresa, porque ele n esperava. rs...rs...