Este é um blog de opinião. As postagens escritas ou selecionadas refletem exclusivamente a minha opinião, não sofrendo influência ou pressão de pessoas ou empresas onde trabalho ou venha a trabalhar.

terça-feira, 20 de julho de 2010

Parabéns, Meu PAI!

Hoje, 20 de Julho, meu pai completa 65 anos de idade. 
É cearense de Russas. Nasceu numa localidade chamada Lagoa Vermelha em 1945 e antes que completasse 2 anos chegou ao Acre quando a família do meu avô (ainda vivo com 89 anos) veio ter por aqui.
Eu, que já aplaudi tantos homens importantes, nunca aplaudi meu pai. O faço agora, com licença dos amigos. 
Meu pai é o maior homem que conheço e já me daria por satisfeito, se ao completar 65 anos de idade, mantivesse a mesma dignidade, discrição e simplicidade com que tem se comportado.
Pesou sobre ele por toda a vida, o peso da acusação de pai-ausente. 
Nunca gostou de reuniões de pais e mestres, de receber ou assinar boletins, de ajudar com os deveres escolares, de assistir a teatros, desfile de Sete de Setembro, festas de aniversário, de carnaval ou de festa caipira.  
Pesou sobre ele também, o peso de não saber bater nos filhos, de não possuir habilidades para negociações, para a política, para o contraditório. 
O peso, enorme peso, de jamais ter demonstrado emoções, de não chorar, de nunca gargalhar, por melhor que a piada se mostrasse. 
Nunca demostrou amor ou fanatismo. 
Não era afeito a festas, não dançava, nunca o vimos cantar uma música, sequer assobiada. Suas diversões eram as caçadas e as pescarias e nunca por esporte, sempre por necessidade. 
Mesmo assim, insensível, frio, ausente, rancoroso e inculto, nunca nos abandonou por vontade própria.
Ama minha mãe e a família (que já altrapassou três dezenas) há mais de 40 anos.
 

Um comentário:

Luíz Almeida disse...

Tio Chico Cário, era assim que chamávamos e tratávamos qdo crianças e adolescente na pequena Vila PW de + ou - 30 anos atrás. Homem austero, opinioso e honesto de um tempo em que uma palavra dada era "um tiro".
Mais apesar de n ser um homem dado a "badalações" ou risadas, sempre tinha um leve sorriso no canto da boca qdo adolescentes dizíamos alguma "pilhéria". Parabéns pelo seu dia de aniversário, tio Chico Cário.

Parabéns a vc tbm meu primo e aos demais irmãos pelo privilégio de vcs está celebrando essa memorável data, e vc sabe pq estou dizendo isso, em agosto/10 meu "velho" tbm completaria 65 anos, e não o temos aqui no nosso meio... (não tenho palavras p concluir...)