Este é um blog de opinião. As postagens escritas ou selecionadas refletem exclusivamente a minha opinião, não sofrendo influência ou pressão de pessoas ou empresas onde trabalho ou venha a trabalhar.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

FUI PARAR NO ORKUT

Fui parar no Orkut.
Obrigado mesmo não fui, mas ficava feio não ir. Minha filha insistiu, queria ir e temendo deixá-la ir sozinha acabei indo também.

Sou ressabiado com novas modas e por isso mesmo tive que vencer o meu preconceito e ver na rede 51% de vantagem pelo menos. Ocorre que 49% de problemas é um prejuízo grande demais. Um deles é a adição de “amigos” sem foto, que você não recorda, nem lembra se já viu.

Mas o que mais dói mesmo é o preconceito que se sofre por parte daqueles que ainda não foram contaminados pelo mal (eu também já cometi esse pecado), achando que o único fim do orkut é a putaria, a canalhice e a avacalhação.

Outro problema é ter que conviver com os erros de gramática, com uma nova linguagem, uma sub-língua, acho, que chama aniversário de “niver”, pessoa espetacular de “shol”. Se bater saudades de alguém basta escrever “sdd d tuh tah!” e se quiser agradecer escreva apenas “brigadin”. Isso é demais, se a moda pega...

Tenho 56 “amigos”. Meu irmão tinha até ontem 991, duvido que ele conheça todos pelo nome, até porque no orkut os caras colocam pseudônimos mais escrotos do mundo, tipo: "Malu Cão", "Eline e Rafel amandoooooooo!", "Marta -tu me odeia e ele me ama", e sugestivos como: "Tonhão", "33 cm de saúde", "Procurando aventura", "Tanto faz", e por aí vai. E tem gente que me acha esquisito.
Engraçado que no orkut o que é normal (pelo menos aceitável, digo), acaba sendo tachado de careta e ultrapassado. Sem problemas, vou continuar escrevendo minhas próprias mensagens (se eu nao fosse quadrado teria escrito "msg") e nao, simplesmente copiando de um site qualquer, cheio de florzinhas e fuleiragens. Por favor, nunca me enviem flores na minha página de recados, que brilham, que se esmaecem e depois surgem novamente...

Mas afinal, o que vem a ser Orkut?
O site http://pt.wikipedia.org/, dá a definição:

"O orkut é uma rede social filiada ao Google, criada em 24 de Janeiro de 2004 com o objetivo de ajudar seus membros a criar novas amizades e manter relacionamentos. Seu nome é originado no projetista chefe, Orkut Büyükkokten, engenheiro turco do Google. Tais sistemas, como esse adotado pelo projetista, também são chamados de rede social.
O serviço foi designado para ajudar os usuários a encontrar novos amigos e manter as amizades já existentes. O alvo inicial do orkut era os Estados Unidos, mas a maioria dos usuários são do Brasil e da Índia. No Brasil é a rede social com maior participação de brasileiros, com mais de 23 milhões de usuários. É o site mais visitado. Na Índia é o segundo mais visitado.
Desde outubro de 2006 o orkut permite que os usuários criem contas sem necessidade de um convite.
Originalmente a sede do orkut era na Califórnia, mas em agosto de 2008 Google anunciou que o orkut será operado no Brasil pelo Google Brasil. Isso foi decidido devido a grande quantidade de usuários brasileiros e o crescimento dos assuntos legais. "

Entao, é isso: Um troço novo que você tem que saber usar. "Perigosíssimo" como coice de ovelha, útil e prático como barbeador elétrico e dispensável feito uma gravata num piquenique.

2 comentários:

Luíz Alcinei / Manaus-Am, disse...

Não entendo porque algumas pessoas colocam a foto de outra pessoa na capa de seu orkut, ao invés da sua. Ou colocam o nome de outros lugares como se estivesse naquele lugar, sendo q na realidade estão mesmo de onde nunca saíram. Porque?? Será vergonha de serem o que são.
Eu sou o que sou, não tenho do q me envergonhar.

thali* disse...

só passei para avisar que coloquei essa reportagem no meu blogger..beijos querido