Este é um blog de opinião. As postagens escritas ou selecionadas refletem exclusivamente a minha opinião, não sofrendo influência ou pressão de pessoas ou empresas onde trabalho ou venha a trabalhar.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

O valor das pessoas...

Ao saber do falecimento do ex-Senador Romeu Tuma, o Presidente Lula durante um evento, pediu um minuto de silêncio para homenagea-lo. Disse ele:
 
“Eu fui preso nos anos 80 por conta das greves dos metalúrgicos do ABC e o Tuma era delegado e me prendeu. Mas eu tenho recordação de que minha mãe estava com câncer e alguns dias o Tuma me tirava de noite da cadeia para eu ir visitar a minha mãe e também ir no enterro da minha mãe, coisa que não era comum”.

É por essas e outras que Tuma era Tuma e Lula é Lula. 
Quanto a Tuma, não importava o risco em ajudar e tratar com dignidade um prisioneiro em dar-lhe (ainda que secretamente) a oportunidade de visitar a mãe falecida. 
Quanto a Lula, soube reconhecer (sempre, e não apenas por ocasião da morte) a humanidade de Romeu Tuma, o Delegado do Dops, que pela atribuição do cargo que ocupava deveria prender sindicalistas.  

Um comentário:

Luíz Almeida disse...

Tratar c dignidade um prisioneiro, só q nesse caso era o sindicalista Lula, n era um terrorista, sequestrador, assaltante, estuprador, enfim... Se fosse, acho q ele n faria isso, o q estaria mais do q certo. Pq p esse tipo de bandido eu quero mais q ele se fôda e vá p quinto dos inferno, igual o "molecão" q sábado 23, puxou uma arma p mim, apontou p meu peito, engatilhou e ficou me ameaçando no meu estabelecimento, se eu fizesse um movimento em falso ele dispararia, sem se importar se eu tinha família, uma filha de 3 anos q na sua inocência pede p mãe ligar p eu pq diz está preocupada comigo, enfim... Um desse, pode morrer a mãe, o pai, o caralho e ele q se fôda, debaixo de um caminhão, ou no confronto com a polícia.
Os tais políticos estão preocupados c ponte, estádio, festas, igual os romanos, pão e circo. Atualizar o código penal, "patavina", n dá voto e o trabalhador q se vire, se fôda, bandido n vai p cadeia, e qdo vai, vai comer sem trabalhar e arquitetar mais crimes.
Tbm, um povo q elege Fernando Collor, Jader Barbalho, Tiririca, e ainda colocam como opção p presidente Dilma e Serra, é brincadeira, tem q se ferrar mesmmo..
Acho até q vc n vai publicar, mais estou puto, mordido, invocado, o q vc pensar ainda vai ta pensando pouco...